quinta-feira, 5 de abril de 2018

Baía da Esperança

 

Título: Baía da Esperança
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2006 (original)/ 2016 (Brasil)


Qual é o seu refúgio?



   Mike Dormer está para dar a maior guinada de sua vida. De casamento marcado com a filha do chefe e prestes a fechar um negócio multi-milionário, era de se esperar que estivesse nas nuvens. Mas ele não estava.
   Como um homem ponderado e calculista, ele sabe que está fazendo escolhas de alto risco, por isso tem andando tão desorientado. Quando viaja de Londres à Austrália a fim de coletar informações para o novo negócio, acaba se surpreendo com a paz que encontra no pacato e amistoso hotel Baía da Esperança. E não só a paz, mas também uma misteriosa mulher que tem lhe ocupado cada pensamento.
   Liza nunca quis revelar para ninguém seu passado. Apesar de ter chegado há alguns anos no hotel da tia, tudo o que os baleeiros e habitantes do local sabiam era que amava as baleias e protegia severamente a filha.
   Quando Mike conhece a vida das pessoas naquele lugar esquecido no mundo, percebe o grande erro que os negócios imobiliários que ele estava envolvido seriam. Vendo de perto a vulnerabilidade que os animais marinhos estavam expostos diante dos poucos e, até então, cuidadosos humanos, e a história de pessoas simples e queridas que teriam que ser expulsas de lá em favor de uma urbanização desproporcional, ele muda de lado e passa a proteger quem ele, antes, estava prestes a atacar.
   Mas, sem que nenhum dos dois lados saibam quem é o verdadeiro Mike, o desafio do londrino será mais difícil do que ele imaginava, ainda mais quando a pessoa mais prejudicada é quem parece mais já ter sofrido na vida.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Quando a Noite Cai



Título: Quando a noite cai
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus Editora
Ano:2017


Do sonho à realidade...


   Briana é uma garota atrapalhada que não consegue se firmar em trabalho algum. Para tentar salvar a pensão da mãe e manter a irmã na faculdade, ela procura vários empregos, mas sua falta de sorte e seus dois pés esquerdos não permitem que ela fique mais do que uma semana em nenhum deles.
   A noite, porém, tudo muda, porque em seus sonhos ela é a bela e corajosa Kiara, uma princesa que precisa lutar pelo seu reino e por seu grande amor, Lorcan. O bravo guerreiro também é apaixonado por ela, fazendo com que cada despertar de Briana se torne uma tristeza, já que, em sua real, não há bravura, reinos e muito menos um homem como Lorcan ao seu lado.
   Até o dia em que, após mais uma entrevista de emprego frustrada, a garota é quase atropelada por um cara nada mais nada menos do que o guerreiro dos seus sonhos. A bem da verdade, não é exatamente o valente camponês que está diante de si, mas Gael, um rico e mau humorado executivo que a leva para o hospital e a contrata como sua assistente.
   O desafio será Briana separar a imagem idêntica do seu chefe com o homem literalmente dos seus sonhos, e saber como lidar com cada um da maneira certa, principalmente quando descobre que o chefe guarda profundos e macabros segredos, e que a vida de Lorcan parece estar em risco.

" Essa é a diferença entre fantasia e realidade: a vida te frustra a todo instante enquanto a fantasia te entorpece com suaves doses de falsas esperanças." (p. 203)

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

O Som do Amor


Título: O som do amor
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2008 (original) - 2016 (Brasil)

As coisas têm o valor que se dá...


   Laura e Matt McCarthy é um casal ambicioso que aguarda pacientemente a morte do vizinho, Sr. Pottisworth, para herdar a mansão conhecida como Casa Espanhola. Por vários anos, Laura cuida do senhor idoso, alimentando o sonho de se tornar a dona da bem localizada mansão. Enquanto isso, Matt já vislumbra todas as reformas que farão como, enfim, proprietários de tudo aquilo. O que eles não esperavam era que o velho rabugento não deixaria nada no testamento, transferindo automaticamente a casa para uma parente distante e desconhecida pela pacata cidade.
   Isabel Delancey é uma viúva melancólica, que vive com os dois filhos, Kitty e Thierry. Sendo apenas violinista por toda a vida, não soube como ser mãe, nem dona de casa, quando seu marido morreu, há cerca de um ano. Com muitas dívidas para pagar, é com grande alívio que recebe a notícia de que acabara de herdar uma casa no interior da Inglaterra. Isso significava que não teria que vender seu precioso violino, única lembrança dos tempos em que era feliz, e que a vida de todos iria mudar drasticamente, mais uma vez.
   Quando as duas famílias se encontram, tudo vai sendo destruído: a confiança dos filhos em uma mãe que parece não se importar com mais nada, a não ser o violino; e a antiga e decrépita casa, que, embora seja atraente por seu grande porte e por ficar ao lado de um belíssimo lago, está caindo aos pedaços. 
   Matt se aproxima como um despretensioso e solícito amigo da nova família, quando tudo o que deseja é possuir a casa e tudo o que ela contém..

domingo, 20 de agosto de 2017

A Ponte de Haven




Olá, meus amigos! Quanto tempo! Mea CulpaMea culpa, mas aqui estou eu de volta e não vou brincar em serviço, não! Mais um romance de Francine Rivers para você se apaixonar!!!





Título: A Ponte de Haven
Autora: Francine Rivers
Editora: Verus
Ano: 2014 (Brasil: 2015)


Uma ponte que te leva para o futuro... e que te devolve ao passado

     Abra tem um passado de rejeição, desde o momento do seu nascimento. Abandonada debaixo de uma ponte para morrer, ela é resgatada pelo pastor Ezekiel Freeman, onde encontra um lugar no mundo com sua família, em Haven.
    O pastor, no entanto, sabia que não poderia trazer a linda criança ruiva que encontrara e por quem se apaixonara para dentro de casa, pois sua esposa, Marianne, com uma saúde muito delicada, não poderia ter toda a rotina de mãe, novamente, sem colocar sua vida em risco. Eles já tinham Joshua, e haviam recebido severas recomendações dos médicos para que este fosse o primeiro e o último Freeman. Mas já era tarde demais, Marianne a quis no instante em que a viu, e foi a mulher mais feliz do mundo enquanto a teve. Por apenas cinco anos.
     Com a morte precoce da esposa, Zeke não viu outra alternativa, se não entregar Abra para adoção a um casal da igreja que a quis, desde que fora encontrada.
     Peter e Priscilla fazem de tudo para que a pequena Abra se sinta amada por eles e pela irmã, Penny, já que eram tão amigas quando Marianne ainda era viva. Mas Abra nunca superou ter sido descartada pelo pai adotivo, nunca aceitou o amor dos novos pais, e nunca perdoou a Deus por seu destino de perdas.
     Com dezesseis anos, ela sente que nunca seria alguém naquela cidade. Mesmo com todo o carinho que recebe dos pais; de Mitzi, sua amiga e professora de piano; e de Joshua, que nunca deixara de ser seu irmão de coração, Abra não pensa duas vezes em fugir com Dylan, um bad boy que viera visitar o pai na cidade, e que levara o coração de muita gente junto, ao levar Abra para longe dali.. Apaixonada por aquele que pareceu ser o único a querê-la de verdade, ela percebe, na mesma noite em que fugiu, ter cometido o maior erro de sua vida. Mas agora já era tarde: queimara a única ponte que podia levá-la de volta para a segurança da sua antiga vida.
    Abra acaba conhecendo o famoso empresário de estrelas, Franklin Moss, que a transforma na formidável atriz de Hollywood, Lena Scott. O que ela não sabia era que aquele não seria somente seu nome artístico: seria sua nova personalidade, e que, talvez, a verdadeira Abra estivesse morta para sempre.

"- Sou prima dele. 
- E eu sou seu tio. - Ele olhou em volta, depois novamente para ela. - Muitos tios no mundo.. Este lugar não é para você.
- Provavelmente porque não sou atriz,
- Ah, eu acho que você é, e melhor que a maioria nesta sala, mesmo as que ganham papéis principais. Importa-se se eu lhe disser uma coisa?
- O que?
- Para uma garota esperta, você é muito boba." [Fraklin e Abra] (p. 156)


segunda-feira, 1 de maio de 2017

Música das Sombras



Título: Música das sombras
Autora: Julie Garwood
Editora: Landscape
Ano: 2007

Uma obra arrebatadora que determinou meu gosto literário...


     Em comemoração ao meu aniversário (soprando velinhas o/), decidi resenhar uma obra que foi, por muito tempo, número 1 na minha estante.
     A razão para tanto apreço é que foi o primeiro romance de época que li, e me marcou tão profundamente que tornou este, de longe, meu gênero literário favorito.

     Gabrielle é a princesa de St. Biel, Escócia, província colonizada pelos ingleses e sob o domínio do Rei John. Sua beleza lendária colocava poderosos lordes em disputa por sua mão, e acabou por se tornar um importante trinfo nas mãos do rei. A fim de apaziguar a ira de alguns de seus mais influentes barões e conquistar inúmeros benefícios políticos e econômicos, o rei resolveu dar Lady Gabrielle em casamento a Lorde Alan Monroe, um chefe montanhês de idade, que traria, finalmente, paz à região.
     À caminho da abadia onde seria realizada a cerimônia de casamento, Gabrielle se permite um último arrombo de liberdade, alterando a rota para dar um rápido passeio com sua guarda pessoal. A princesa, porém, presencia a terrível cena de um homem sendo enterrado vivo. Sem poder ficar indiferente a tal atrocidade, ela acaba acertando uma flecha em um dos criminosos, cometendo um assassinato e selando seu destino.
     Com a morte subsequente do noivo e acusações impetuosas sobre ela, Gabrielle se vê perdida em terras distantes e com um futuro nada promissor.
     O homem que ela salvara, porém, era nada menos do que Liam MacHugh, irmão do sanguinário Colm MacHugh, conhecido por sua força sobre-humana e impiedade sem tamanho. Colm, no entanto, sabia ser justo, e protegeria a vida e a integridade daquela heroína a qualquer custo, mesmo que, para isso, fosse preciso se casar com ela. Com temperamentos conflitantes e nada em comum, é na improbabilidade que os dois descobrem uma arrebatadora paixão.